LIMITE

Há um limite para quantas vezes você pode fazer os espectadores questionarem o sentido da trama antes do contrato entre o criador e o público se romper - "quosque tandem, Catilina, abutare paciencia nostra?"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cores BERRANTES e saturadas da editora Bloch - comenta Flávio Calazans

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans