Flavio Calazans é Democratico e Republicano e repudia discursos de ódio ou preconceito

Em resposta a Odilon, Ortega y Gasset disse que "um homem priivado de seu passado não é homem" "aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo" George Santayana 1853 1952
eu não dissemino discurso de ódio contra nenhuma religião, seita, filosofia, egrégora, grêmio, clube desportivo, nem partido politico; nem formas de governo como monarquia aristocracia etc pois noblesse oblige
outrossim, somente como postura de vida herdada em meu núcleo familiar, cultivo alguns valores ou axiomas da dita civilização basilarmente opostos aos eventos publicamente noticiados que repasso e comento.
Observe bem minhas postagens, minhas palavras (não os links que repasso, somente meu discurso) não encontrará discurso de ódio nem rancores sectários, apenas a justa indignação de um cidadão atento alertando sobre abusos do poder instituído, ou melhor dizendo, dos agentes executores do poder, de indivíduos e suas práticas, principalmente as REINCIDENTES pois a repetição de condutas pouco corretas ou inadequadas passa a morar, a habitar, a ser habitual, e aí reside o perigo, de superexposição nos mitridizamos, passamos a perder aos poucos nossa capacidade de nos indignar...e aí medra, no sentido mais pejorativo possível, a apatia e desinteresse (não falo de imumidades tais quais a ataraxia estóica ou mesmo do estado MU do zen budismo, ou quiçá de práticas das yôgas, falo do cidadão comum que observa atento a sua circunstância, seu redor, seu ambiente no qual habita, seu habitat).
Deveras, deste modo, SEMPRE assumi a postura existencial de educador, combatendo com argumentos e raciocínios (de forma “intelectual” como ensinou-nos O TIGRE Clemanceau no caso Dreyfus).
Reajo indignado a corrupção, mentira, falta de ética, apologia a crimes, descaminho e prevaricação e todos os mal-feitos em geral; isto posto (sublinhando assim proceder independente de onde provenham estes erros, sofismas dolosos ou falácias culposas) salvo melhor juízo, eu neste momento ainda entendo que todos temos direitos humanos e de cidadania desde a constituição de Sólon ou do opusculo "qu` est que c` est le troiseme état" (e o consequente 14 de julho de 1789 -a BASTILHA e depois a guilhotina) ou quiçá de Hamurabi, na instituição de um ESTADO DE DIREITO DIREITO . ..fora disto restaria o faroeste das armas em punho e ordálias a bala e quando a oeste do rio pecos poderíamos recorrer somente ao juiz Roy Bean no saloon dele!.
E disto infiro, por meio das bases que disponho para a construção de meu pensamento, minha pequena experiência de leituras, viagens e de observação e estudo formal acrescido de autodidata, que certas ideologias teriam em seu cerne axiomas ou valores incompatíveis com a continuidade do processo civilizatório ou do habito, o habitar, a continuidade habitual dos contratos sociais (de Hobbes e Rousseau a ética do consentimento, do climamen da física epicurista ao respectivo livre-arbitrio da ética epicurista) isto posto, concordo com Popper nos dois volumes de “SOCIEDADE ABERTA E SEUS INIMIGOS” que as ideologias totalitárias ditatoriais são estes germes inimigos da sociedade aberta e plural tolerante e democrática da civilização, assumindo-se incompatíveis com o Estado de Direito (cujo OPOSTO é a ditadura com seus caudilhos ou os golpistas como vemos nas Catilinárias- “quosque tandem, Catilina, abutare paciência mostra?”)
e nocivos, tal como o Nazismo de Hitler, o Stalinismo, Maoismo, Castrismo e outras doutrinas cujo bojo é a ditadura, esta cuja base é cercear as liberdades de todos nós e a camarilha ou politiburgo, o “petit comitê” locupletar-se rapidamente a qualquer custo !
E no caso de apreciares simbologias – posto que O termo símbolo, com origem no grego σύμβολον (sýmbolon)também significa aquilo que nos une. – os procedimentos petistas enquadram-se perfeitamente nas práticas que os antigos indianos denominavam como sinalização da KALI YUGA !
Onde lULA o metalúrgico dos metais, da solta fogo e faísca, o aleijado da mão e feio como um “sapo barbudo” seria o arquétipo ou divindade HEFESTOS ou VULCANO no aspecto mais material, HYLE em alquimia, materia bruta ou metal pesado, na tabua esmeralda “o que está em baixo” (quod inferius - -o infernal) tal qual o chumbo de Saturno que devorou os filhos (Zé Dirceu, Zé Genuino o esquartejador do Araguaia e canarinho,seus tesoureiros do PT Delubio do mensalão e Vacarri do petróleo) ao passo que DILMA a megera seria o aspecto negativo da maternidade, a mãe desnaturada ou mãe má que maltrata seus cidadãos-filhotes indefesos, a devoradora, a castradora cerceando liberdades e almejando a censura da mídia, a KALI ou a Górgona petrificando o crescimento do Brasil, o pior aspecto de HÉCATE transparece nos esgares dela toda ve que dirige-se com desdeém aos repórteres que quotidiana e habitualmente desrespeita do mesmo modo que desrespeita a publicidade do atos de governo etc como é perpetrado de forma CONTUMÁS pelos reincidentes PETISTAS.
Infiro tais analogias devido a que tudo que vemos nos jornais como malfeitos, coisas feias ou crimes morais de LESA-PÁTRIA perpetradas pelo LULO-DILMA-PETISMO desde o mensalão ao petrólão, do perdão de dividas de ditaduras africanas e construção de postos em CUBA, hidrelétricas na Nicarágua aos empréstimos “secretos” do BNDS (atos sem publicidade vão contra TODOS os princípios de transparência e fiscalização entre os três poderes nos atos da administração pública de recursos desviados do o erário público, ser PUBLICADO, dar PUBLICIDADE ao ATO PUBLICO o PUBLICANDO é a base da coisa pública, dai o termo em latim RES-PUBLICA ou literalmente – coisa pública, aquilo que é de todos nós como a praça pública ou ágora, ser DEMOCRATICO é ser REPUBLICANO na origem etimológica destes termos, desta feita considero – de novo - no mínimo moralmente errada a conduta perpetrada sempre pelos petista que observo desde muito tempo antes de LULA ser presidente, em atos habituais petistas como o prefeito Celso Daniel alertou, como Toninho de Campinas disse, como avisou o caseiro Francenildo e ultimamente até mesmo a Marta Suplicy vem dizendo) etc..
no meu entender são, -no mínimo- moralmente questionáveis enquanto houver uma criança sem acesso a alimentação, saúde, saneamento e educação no Brasil.- Ressalto que mantenho-me na esfera do moral (mores, costumes, hábitos da praça) ou éticos (valores estabelecidos, deontologias axiologias etc) sequer estou empregando o argumento da licititude ou do universo jurídico, ciente que sou da aridez e dificuldade para a leitura de tais argumentos nos quais sou mais bem instruído, entretanto abstenho-me de empregar tais argumentos em consideração a quem lê minhas reflexões nestas linhas apressadas e superficias com a velocidade apressada da internet que limitam os aprofundamentos das bases das opiniões que exponho, mas asseguro-lhe que para cada linha que escrevo há muitos livros ou artigos jornalísticos e especializados como base, o Facebook apresenta muitos links para artigos ou colunistas, leio todos para estar bem informado dos discursos antes de expressar-me, o que exaure-me e me consome duas a três horas por dia !
Não nutro desejos pelo fim do PT como muitos, ao contrario, considero de suma importância sua existência bem como o uso da estrela vermelha de STALIN, pois evidencias a genealogia das ideias nutridas por seus praticantes, tal qual a cor vermelha como representação simbólica. Simplifica tanto quanto a Foice e o Martelo, facilita identificar os portadores com a fome Stalinista, com Ciaucesco, como o KMER VERMELHO, com as frentes de trabalho maoístas dando bolsa-familia e assim gerando uma superpopulação que hoje resulta na lei do filho único da China e o trabalho de 18 horas em troca de uma tijelinha de arroz, etc... o PT e PSOL e derivados precisam existir, bem como evia existir um partido fascista de extrema direita ou até mesmo um partido nacional-socialista, para sabermos onde estão aqueles que nutrem estes pesadelos ditatórias, os atos destes nos acenam frequentemente o caminho certo, entre a extrema esquerda de um PSO ou PT socialista-marxista e um Extrema-Direita ambos sinalizariam a pessoas de bom senso qual o caminho do meio, onde, segundo Aristóteles, reside a VIRTUDE !
Pois dignidade todos temos como direitos humanos, mas ser honrado e de bem é algo que decidimos a cada escolha e que nos definem como dizia Sartre cada escolha minha compromete todo o projeto de humanidade, pois “Quem esquece o passado está condenado a repeti-lo." aforismo do filósofo hispano-americano George Santayana (1863-1952). "O preço da liberdade é a vigilância eterna." Thomas Jefferson...é o amor altruista que motiva professores a compartilhar o que sabem, e nunca seria o torpe sentimento do ódio a mover tais atos da razão e do intelecto com o fito de auxiliar todos no caminho do bem comum, em cujo resultado final sou eu também beneficiado pela civilidade e respeito recíproco!
Dando por encerrada esta argumentação desenvolvida devido a sua observação inexata de sua impressão de ser eu motivado por ódios ou preconceitos (no sentido de pré-juizos em Logica) cito estra fabula bem ilustrativa:
" Certa vez um caxeiro-viajante passou por uma cidade e viu um homem em uma praça clamando contra as injustiças, os roubos, a corrupção, manipulação e as mentiras daquele partido no governo. No entanto, ninguém o ouvia. Todos continuavam suas vidas, andando de um lado para o outro. No caminho de volta, o caxeiro encontrou novamente o mesmo homem, na mesma praça, dizendo as mesmas coisas, e todos continuavam agindo como se não houvesse ninguém ali. Na terceira vez que o caxeiro passou naquela cidade e viu o mesmo homem falando, se aproximou e disse: - Voce está aqui falando todos os dias e ninguém ouve o que voce diz. Por que voce continua falando se as pessoas não mudaram? - Porque - respondeu ele com humildade - se eu me calar, elas é que terão me mudado. " http://calazanista.blogspot.com.br/2014/11/cala-te-zans-purque-calazans-num-se-cala.html
Post Scriptum - o amigo Leonardo alertou que dei satisfação demasiada a quem não a merece, respondi que dei a devoida satisfação a mim mesmo, eu foquei em minhas razões e bases e perdi tempo mas valeu pra me lembrar de mim mesmo, sempre é bom checar de onde vim e para onde estou indo, autocrítica, sem me perder na indignação que o asco dos atos petistas nos trazem, asissto algumas pessoas caindo no extremo oposto e tendo atitudes de extrema direita e ate militaristas , reagindo ao Lulo-Petismo imoral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans

"Pátria Armada: Visões de Guerra" tem lançamento com quadrinho de Flavio Calazans