Gibiteca de Curitiba

Outra gibiteca, talvez a primeira do BRASIL e uma das primeiras do mundo é a GIBITECA DE CURITIBA no Paraná, resultado de uma iniciativa iniciada em 1973, segundo depoimento do arquiteto Key Imaguire Júnior, no livro que coordenei “As Histórias em Quadrinhos no Brasil, Teoria e Prática” (ISBN 85-900400-1-1) página 28 e seguintes, onde afirma ser esta a primeira gibiteca do mundo.

A Gibiteca de Curitiba ganhou fama nacional de 1982 a 1996, período no qual autores de todo Brasil lá marcaram presença lançando revistas e dando oficinas e palestras, exposições, etc, e neste 15 anos realizou 115 exposições, 23 cursos e oficinas, 14 lançamentos de revistas e livros, 9 mega-eventos e diversos festivais de fanzines, quadrinhos, RPG etc. com acervo de 40 mil gibís, hemeroteca atualizada, média mensal de 3 mil leitores e média anual de 10 exposições .

Depois dela surgem a Gibiteca de Belo Horizonte-Minas Gerais, a Gibiteca Henfil na Paraíba, Gibiteca Henfil de São Paulo, Gibiteca Marcel Rodrigues Paes de Santos, etc.

Tenho muito carinho pela Gibiteca de Santos, pois foi uma carta minha publicada no jornal A Tribuna de Santos que sugeriu o nome de Marcel Rodrigues Paes como homenageado da Gibiteca, jornalista amigo pessoal meu falecido e pioneiro, criador da primeira coluna fixa sobre quadrinhos no centenário jornal A Tribuna de Santos.

Na Gibiteca Marcel Rodrigues Paes em Santos, da Prefeitura Municipal, no Posto de Salva-Vidas da Praia, lancei diversas vezes a revista BARATA e álbuns meus, além de fazer diversas exposições e realizar palestras e oficinas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog