A FILOSOFIA NASCEU NA GRÉCIA ... E O PTAH-HOTEP DO EGITO ESCREVEU O QUÊ TRES MIL ANOS ANTES? pergunta Flavio Calazans

Aprendemos nos livros da História oficial que a filosofia começa com os gregos, Sócrates, Platão, Aristóteles, Epicuro, Diógenes e tantos outros.

Todavia, há outras versões da História, Heródoto, o dito "Pai da História" em suas viagens ao Egito recebeu de sacerdotes escribas (bibliotecários) uma listagem com 330 faraós que reduzia os gregos a uma tribo jovem e primitiva frente a tanta história acumulada desde o REI ESCORPIÂO que, na narrativa oral, teria começado a unificar o Alto e Baixo Nilo na nação EGITO.

Faraó significa CASA GRANDE ou PALÀCIO, indicando quem morava na sede de governo.

As listagens de Faraós mais aceitas hoje em dia são: A Pedra de Palermo; Lista de Abidos; Papiro de Turin e Registro de Maneton.

Hoje. calculam os egiptólogos, deve ter havido um número de cerca de 400 a 600 faraós divididos em mais de 30 dinastias, alguns governaram simultaneamente e há registros apagados; como tudo registrado a respeito do reinado do faraó criador do Monoteísmo AMENOFIS IV que eliminou dois mil deuses instituindo o culto ao disco solar, segundo meu guia turístico Zizo (falando um português fluente além de outras cinco línguas) no Egito o deus sol é uma trindade, tres deuses que são na verdade um só:

1) "JEPER" - é o sol suave manifestado no NASCENTE, representado pelo avatar ou símbolo do ESCARAVELHO, a esperança de um dia melhor que foi o ontem.

2) "RAA" - é o sol ardente e abrasador do MEIO DIA EM PONTO, sem sombra, impiedoso, duro, inflexivel, severo.(este é a manifestação Guerreira que une-se ao neto HORUS, o falcão, na luta contra SETH, assassino de Osiris, o símbolo desta união de duas gerações divinas na luta contra o mal é um disco solar com duas serpentes, uma de cada lado).

3) "ATOM"- a maturidade e experiência do sol poente, a placidez e o descanso do dia de 50 graus no deserto do Saara.

Amenofis Iv reinou sob o novo nome de AQUENATON, com N, significando A ALEGRIA DE ATON. Esposo de Nefertiti e pai (ou tio) de TUT ANK AMON, o famoso faraó-menino. Ou seja, os registros são muitas vezes conflitantes, alguns podem contar dois Faraós embora ambos sejam o mesmo rei com dois nomes, e houve regentes como a mulher-faraó sogra do menino rei, a rainha regente que usava uma masculina barba falsa ritual, Hatchepsut ou Hatshepsut que foi uma esposa real, regente e rainha-faraó do Antigo Egito. Viveu no começo do século XV a.C, pertencendo à XVIII Dinastia do Império Novo. O seu reinado, de cerca de vinte e dois anos, correspondeu a uma era de prosperidade econômica e relativo clima de paz.

Uma analogia ilustrativa pode auxiliar a avaliar a cultura e civilização acumulada pelo Egito: recorde que DOZE césares romanos construiram o Direito Romano, matriz de nossos sistemas jurídicos e políticos até hoje, e das linguas derivadas do Latim como os idiomas Português, Espanhol, Francês, Italiano, Romeno, Catalão, Galego, etc.

Pois compare nosso modelo de civilização, cuja base foram DOZE (12) Césares, imperadores romanos, e tente imaginar a história acumulada nos reinos de TREZENTOS Faraós (300). O volume de experiências humanas acumuladas.

Do mesmo modo nos ensinaram que o pensamento, a FILOSOFIA, nasceu na Grécia com a Academia de Platão, Academia Platônica ou Academia de Atenas, que foi uma escola fundada por Platão, por volta de 387 a.C. Trata-se da primeira universidade da história, na qual grupos de seus seguidores recebiam educação formal. A Academia continuou a existir até o século VI, quando o imperador romano Justiniano fechou-a.

Ou do LICEU, a escola filosófica fundada por Aristóteles, em 335 a.C. (a escola peripatética), cujos membros se reuniam no local. Ali havia um bosque consagrado a Apolo Lykeios, daí o nome LICEU. Aristótles foi professor do príncipe Alexandre da Macedônia, que depois conquistou o Egito e parte da ìndia, no Egoto fundou a cidade onde todo pensamento seria livre e tolerado ALEXANDRIA, capital do mundo com sua famosa Biblioteca na universidade de ciências e filosofia. O general de Alexandre, PTOLOMEU, ganhou o governo do Egito e é de sua dinastia o último Faraó, PTOLOMEU XV , filho de Cleópatra VII, governou apenas até 30 anos antes de Jesus Cristo nascer. (O primeiro Faraó registrado, sem contar os de história oral desde o unificador Rei Escorpião, teria sido PTAH que subiu ao trono 5.400 anos antes de Cristo.).

Ou ainda o JARDIM de EPICURO, e outros tantos .

A palavra Filosofia vem do grego e em sua etimologia é: philos ou philia que quer dizer amor ou amizade; e sophia, que significa sabedoria; ou seja, literalmente significa amor ou amizade pela sabedoria. A palavra Filosofia teria sido criada pelo matemático grego Pitágoras, no século VI a.C..

A Filosofia é o estudo das inquietações e problemas da existência humana, dos valores morais, estéticos, do conhecimento em suas diversas manifestações e conceitos, visando a busca à verdade.

Contudo, cerca de TRES MIL ANOS antes dos gregos já havia este tipo de reflexão no Egito.

Sim !
Acredite!
PTAH-HOTEP era um importante conselheiro do Faraó, um primeiro ministro nos termos de hoje, e ao se aposentar escreveu o "LIVRO DE SABEDORIA" dedicado a seu filho, uma obra de um homem que viveu muito, acumulou experiência e pensou muito, do porte e peso similar ao romanos como Cícero e Sêneca.

"A velhice está chegando, e quem está velho afoga-se em um oceano de misérias, os olhos enfraquecendo, ouvidos moucos, pernas frouxas, e o pior, o coração entristecido...Mas o pensamento está cheio de sabedoria da experiência aculumada de tudo que foi observado e pensado. Ouve com atenção, meu filho, para que as palavras de seu experiente pai possar servir de guia e orientação para teus passos e decisões pela vida "- PTAH-HOTEP no " LIVRO DE SABEDORIA" .
"Não desprezes aqueles que sabem menos que tu, pois não há limites para sempre aprender mais, até o ignorante pode dar lições a um sábio"- PTAH-HOTEP no " LIVRO DE SABEDORIA" . "Fala apenas quando tiveres algo suave e útil a dizer, do contrário, guarde o silêncio "- PTAH-HOTEP no " LIVRO DE SABEDORIA" .

"Se quiseres governar os homens, aprende a obedecer e a cultivar ao máximo a bondade"- PTAH-HOTEP no " LIVRO DE SABEDORIA" .

Assim, os Egipicios liam este e tantos outros livros de sabedoria , ética, política e humildade TRES MIL anos antes dos gregos começarem a se dizer CRIADORES DA FILOSOFIA.

Na religião Egipcia, o LIVRO DOS MORTOS que decoravam desde criançinhas, também era um manual de ética e comportamento reto. .

O “Livro dos Mortos do Antigo Egito”, ou livro de “SAIR PARA A LUZ “ é o Papiro de Ani, onde uma é dada uma “confissão negativa”.

Ou seja, uma pessoa que morreu e está entrando no submundo lista as coisas pecaminosas que absteve-se de fazer, e declarando-se, portanto, digno de entrar no submundo.

Observe com atenção, e recorde que MOISÉS foi um principe no Egito antes de apresentar às doze tribos de Israel os DEZ MANDAMENTOS, base da lei Mosaica , a TORÁ, até hoje!

42 Confissões.

Livro dos Mortos do Antigo Egito

Extratos do Papiro da Real Mãe Nezemt

As Confissões Negativas - Capitulo 25, prancha 5

1. Eu não cometi pecados

2. Eu não assaltei

3. Eu não roubei Êxodo 20:15 Não deves furtar (Não roubaras)

4. Eu não agi com violência

5. Eu não matei seres humanos Êxodo 20:13 Não deves assassinar (Não mataras)

6. Eu não roubei oferendas Êxodo 20:15 Não deves furtar (Não roubaras)

7. Eu não causei destruição

8. Eu não pilhei a propriedade divina do templo

9. Eu não cometi falsidade

10. Eu não sequestrei grãos

11. Eu não amaldiçoei Êxodo 20:16

12. Eu não transgredi

13. Eu não abati o rebanho divino do templo

14. Eu não fiz o mal

15. Eu não saqueei a terra cultivada Êxodo 20:17

16. Eu não agi com luxuria

17. Eu não amaldiçoei ninguém

18. Eu não fiquei irado sem causa justa

19. Eu não dormi com o marido de nenhuma mulher Êxodo 20:14

20. Eu não polui a mim mesmo

21. Eu não aterrorizei nenhum homem

22. Eu não pilhei Êxodo 20:15

23. Eu não agi com raiva

24. Eu não me fiz de surdo ao ouvir palavras de justiça e verdade

25. Eu não aticei brigas Êxodo 20:16

26. Eu não fiz ninguém chorar

27. Eu não forniquei Êxodo 20:14

28. Eu não destruí meu coração

29. Eu não amaldiçoei ninguém Êxodo 20:16

30. Eu não exagerei

31. Eu não realizei julgamentos precipitados Êxodo 20:16

32. Eu não cortei a pele e pelos de animais divinos

33. Eu não elevei minha voz em conversas

34. Eu não cometi pecados e não procedi mal

35. Eu não amaldiçoei a realeza

36. Eu não desperdicei água

37. Eu não agi com arrogância

38. Eu não amaldiçoei divindades Êxodo 20:7

39. Eu não agi com falso orgulho

40. Eu não agi com desdém

41. Eu não aumentei minhas riquezas exceto por meio de meus próprios recursos Êxodo 20:15

42. Eu não desprezei o principio de minha cidade

.

E você, consegue EM VERDADE dizer as 42 negações ?

Flávio calazans DESAFIA !

! .

.

.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sete Pecados, Sete demonios, Sete virtudes, Sete anjos

HQ de Mauricio de Souza, sete pecados e HORÁCIO