Refletindo com o CAIXA DE GIBIS

Acabei de ler este blog que o Mauro Tavares e o Rochett Tavares indicaram-me, conversamos disto hoje mesmo, que sincronicidade Orlando Fitti, !! Muito embora o blogueiro aparentemente indique talvez ser um esquerdopata grave em estado irreversivel de lulo-petismo, os argumentos dele repudiandoi Frank Miller são exatamente as razões pelas quais evito ler tudo deste norte-americano, Bem, data venia, recordemos que tudo autoral (como literatura, teatro, cinema e quadrinhos) está sujeito na nossas reaçoes passionais (como Aristoteles diz na "Arte retorica e poética" -, Ethos Pathos e Logos integram a obra, eu rejeito o ethos opressos fascista de Miller, sua politica de exclusão do diferente, até por ser brasileiro, logo, diferente de Miller e um cucaracha mexicano aos olhos dele) e minha reação é de não gostar e não identificar-me com os "herois" psicopatas-sociopatas milerianos tipo 'TERROR SAGRADO" e a falta de humor de Miller indica também a amargura da extrema direita. No Brasil de DILMA estamos vivendo a reação ao lulo-petismo stalinista, e isto nos empurra para a posição diametralmente oposta para buscar nos equilibrar interiormente ("no meio a virtude", de novo recordo aristóteles, desta vez no livro " Ética a Nicômaco) outrossim, necessitamos estar atentos pois nem sempre "o inimigo de meu inimigo é meu amigo" e dar suporte a extrema direita nazi-fascista é igualmente nocivo como o é o marxismo , ambas ideologias autoritarias e centralizadoras que geraram historicamente genocidios e crueldade desumana, sugiron reler hoje "A sociedade Aberta e seus inimigos" de Sir Popper, para recordar que ambos extremos são o oposto da democracia e da liberdade republicanas. Sim, fui prolixo, como escreveu Blaise Pascal: “Desculpe-me tê-lo cansado com uma carta tão longa, mas não tinha tempo para escrever-lhe uma carta breve” (Já vi no google esta frase atribuida a Padre Vieira e já li o mesmo conceito aplicado como autoria a DESCARTES: “Desculpe a carta longa, escreveria outra, menor, se tivesse tempo”) Assim sendo, fecho este convite àa reflexão com a frase de um norte americano que admiro muito - "o preço da liberdade é a eterna vigilância" Thomas Jefferson. Sou Flavio calazans desligando por hoje.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans