Anatidaefobia é aquele medo de que em qualquer momento, em qualquer lugar, um pato estar me observando..

Em toda parte pode haver um PATO observando-me, encarando sem sequer preocupar-se em desviar o olhar disfarçando, mantem aquele olhar perscrutador ameaçando-me ininterruptamente, acompanhando meus movimentos como se redigindo mentalmente seu relatório...
Cambaleiam com aquele andar fingindo-se de engraçadinhos, contudo, aqueles dedos repugnantes unidos por nojentas membranas distraem-nos das GARRAS afiadas e aduncas em cada dedo...E eles nunca bicam, não! Aquele bico é um disfarce, pois é SERRILHADO, eles traiçoeiramente MORDEM e não me soltam, como cachorros hidrofóbicos agarram-se a pele da vítima e ainda batem as asas como se mandando uma mensagem em código, sinalizando para atrair outros patos!
O menosprezo dos patos ainda provoca-me com aquela risada sarcástica “Qua –Qua-Qua-Qua” zombando da fragilidade de minha natureza humana, escarnecendo sempre de um modo que dá nos meus nervos. ---Em qualquer lugar pode haver um pato disfarçado executando seus planos inconfessáveis, e apenas eu tenho conhecimento e percepção das maquinações destes monstros.--Eles querem alguém para bode expiatório, alguém que caia como um patinho, alguém para fazerem pagar o pato, mas este não serei eu pois estou sempre atento a suas perversidades patológicas!
Dedicado a meu amigo Marcelo alencar, tradutor da reviasta O PATO DONALD da DISNEY e que sofre secretamente de Anatidaefobia e a combate em terapia aversiva estudando PATÓPOLIS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans

"Pátria Armada: Visões de Guerra" tem lançamento com quadrinho de Flavio Calazans