CONFIE EM ALÁ, MAS AMARRE SEU CAMELO PRIMEIRO

Um mestre estava viajando com um dos seus discípulos.

O discípulo estava encarregado de cuidar do camelo.

À noite chegaram, cansados, a um abrigo de caravanas, um caravançará.

Era tarefa do discípulo amarrar o camelo, mas ele não o fez, deixou o camelo do lado de fora.

Em vez disso, ele simplesmente rezou.

Disse a Deus: “Cuide do camelo”, e foi dormir.

Pela manhã o camelo havia partido. Tinha sido roubado ou simplesmente seguiu seu caminho.

O mestre perguntou: “O que houve com o camelo? Onde está o camelo?”

E o discípulo respondeu: “Eu não sei. Vá perguntar a Deus, pois eu havia dito a Alá que tomasse conta do camelo, eu estava muito cansado, então não sei. E também não sou responsável, porque eu havia dito a ele, e de forma muito clara! Não havia como não compreender. Na verdade eu não disse isso apenas uma vez, mas sim três. E você nos ensinou a confiar em Alá, então eu confiei. Por isso não me lance esse olhar de raiva.”

O mestre disse: “Confie em Alá mas amarre seu camelo primeiro, porque Alá não tem outras mãos a não ser as suas.” Se ele quiser amarrar o camelo, ele terá que usar as mãos de alguém. Ele não tem outras. E é o seu camelo! A melhor maneira, e também a mais fácil, é usar suas mãos. Confie em Alá – não confie apenas nas suas mãos, pois do contrário você ficará tenso. Amarre o camelo e então confie em Alá. Você perguntará: “Então por que confiar em Alá enquanto estou amarrando o camelo?” Porque mesmo um camelo amarrado pode ser roubado. Faça o que puder fazer, mas isso não garante o resultado, não há garantias. Então faça o que puder e aceite aquilo que acontecer. Esse é o sentido de amarrar o camelo: faça o que for possível fazer, não fuja de suas responsabilidades e, se nada acontecer ou se algo der errado, confie em Alá. Então ele terá razão. Então talvez seja correto que continuemos a viajar sem o camelo.

É muito fácil confiar em Alá e ser preguiçoso. É muito fácil não confiar em Alá e ser um fazedor.

O terceiro tipo de homem é o mais difícil: aquele que confia em Alá e ainda assim permanece um fazedor. Mas nesse momento você é apenas um instrumento: Deus é aquele que verdadeiramente faz, você é um instrumento em suas mãos.

http://estaremsi.com.br/confie-em-ala-mas-amarre-seu-camelo-primeiro/

Comentários

  1. o conto original é herege mesmo, pois Mulá Nasrudin é um SUFI !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sete Pecados, Sete demonios, Sete virtudes, Sete anjos

HQ de Mauricio de Souza, sete pecados e HORÁCIO