Winston Churchill e sua lição de vida

Quando Winston Churchill, ainda jovem, acabou de pronunciar seu discurso de estréia na Câmara dos Comuns, foi perguntar a um velho parlamentar, amigo de seu pai, o que tinha achado do seu primeiro desempenho naquela assembléia de vedetes políticas.
O velho pôs a mão no ombro de Churchill e disse, em tom paternal: -"Meu jovem, você cometeu um grande erro. Foi muito brilhante neste seu primeiro discurso na Casa. Isso é imperdoável. Devia ter começado um pouco mais na sombra. Devia ter gaguejado um pouco. Com a inteligência que demonstrou hoje deve ter conquistado, no mínimo, uns trinta inimigos. O talento assusta."

E ali estava uma das melhores lições de abismo que um velho sábio podia dar ao pupilo que se iniciava numa carreira difícil. A maior parte das pessoas encasteladas em posições políticas é medíocre e tem um indisfarçável medo da inteligência.

Temos de admitir que, de um modo geral, os medíocres são mais obstinados na conquista de posições. Sabem ocupar os espaços vazios deixados pelos talentosos displicentes que não revelam apetite pelo poder. Mas é preciso considerar que esses medíocres, ladinos, oportunistas e ambiciosos têm o hábito de salvaguardar as posições conquistadas com verdadeiras muralhas de granito por onde talentosos não conseguem passar.

Dentro desse raciocínio, que poderia ser uma extensão do “Elogio da Loucura” de Erasmo de Roterdam, somos forçados a admitir que uma pessoa precisa fingir-se de burra se quiser vencer na vida.

"Finge-te de idiota e terás o céu e a terra." (Nelson Rodrigues).

“Neste país tudo é perdoado, menos a inteligência”. (Oswald de Andrade).

臥虎藏龍 -( Wo hu cang long “ Tigre sentado; Dragão escondido [que sem se moverem, passam despercebidos]”). Este provérbio chinês descreve o recolhimento intencional de pessoas muito talentosas, mas discretas. É usado para elogiar pessoas que não gostam de exibir suas qualidades, que procuram sempre esconder a própria força dos outros.

“Bem viveu quem viveu oculto (bene vixit qui bene latuit –Bem viveu quem bem se escondeu)” -(Frase que Renê Descartes mandou escrever na lápide de seu túmulo).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sete Pecados, Sete demonios, Sete virtudes, Sete anjos

HQ de Mauricio de Souza, sete pecados e HORÁCIO