Flavio Calazans vendo coisas e chamando de SUBLIMINAR !

Hoje minha tele-terarapeuta perguntou sobre minhas alucinações, eu hesitei em responder, ela mais me ouve que fala e estranhei.. Todavia; pela definição, alucinar é ver coisas que outras pessoas não vêem... Bom, então eu tenho mesmo de admitir que alucino deste criançinha, Eu sempre via pessoas, imagens, simbolos dentro dos filmes de tv e cinema, nas fotos das revistas, ate em outdoors, Quando cresci li num livro de sociologia que isto era chamado PROPAGANDA SUBLIMINAR, e posteriormente constatei que devido a um desvio do fluxo neural do cerebelo eu, (como autistas e aspengers) percebo cada frame de um video ou faço varredura detalhada em cada imagem, E uma decorrente memoria fotografica agrava esta percepção pois permite que eu recorde anos depois onde esta o exato frame ou reconheça um filme por uma amostragem de dez segundos de uma sequencia... Somente quem teve aula comigo testemunhou isto, ou viu minha leitura dinâmica de 800 palavras -minuto corrigindo monografias...testado em computador obtive o resultado desta velocidade e que memorizo permanentemente 90% do que vejo, (como o apavorante conto do Borges "Funes el memorioso" exagera este tragico problema que na prática implica em de ter de fingir não lembrar para as pessoas te aceitarem, faço isto muito bem, o tempo ensina..) Depois consegui achar um uso pra este defeito atávico e defendi mestrado e Doutorado na USP e LIVRE-DOCENCIA na Unesp sobre subliminares, varias bancas de especialistas e uns cerca de 170 congressos cientificos aceitaram minhas "alucinações" depois que oibtive um VHS que poarava quadro a quadro e imprimi as imagens Por exemplo, no DRACULA de Copola vi o Gary Oldman sem maquiagem em um frame entre relampagos maquiado de lobsomen, um ano depois catei o frame no VHS, e as pessoas com doutorados reforçavam minhas alucinações dizendo existir mesmo a imagem.
Acabei lecionando cursos de pós e depois de graduação (sim começei lecionando em pós graduação em meados dos anos oitenta) e dei palestras, escrevi artigos, dei entrevistas em TV tipo Jo Soares (quando era lider de audiencia) Ronjie Von etc..ou seja, muita gente queria me dar dinheiro para ver minhas alucinações delirantes Então hoje ate publiquei no meu site algumas das imagens onde podem todos conferir minhas alucinaçoes... Que esperança de cura posso ter enquanto sugestionar pessoas a projetar o mesmo que eu? Que grau de loucura terei eu? Olhe o link antes de responder! http://www.calazans.ppg.br/c001.htm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cores BERRANTES e saturadas da editora Bloch - comenta Flávio Calazans

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans