Historias em Quadrinhos Gibis BD TBO de autor

BARBARELLA de Jean Claude Forest edição de Eric Losfeld Le Terrain Vague 1966
(a personagem era inspirada em BRIGITE BARDOT saiu em capitulos desde 1962 e foi filme de Roger Vadin com Jabe Fonda\) Desculpe insistir, mas o termo QUADRINHO AUTORAL ou DE ARTE começa lá na Europa, creio que na França, em 1962 Jean Claude Forest autor da "GRAPHIC NOVEL" (ÁLBUM) 'Barbarella" ,
depois em álbuns vendidos em livrarias da Editora LE TERRAIN VAGE de ERICK LOSFELD, como a própria "Barbarella" e "SAGA DE XAM" (que em 1967 antecipou o MAIO DE 68 de Paris, álbum que a crítica denomina A CATEDRAL DOS QUADRINHOS), seguidos de autores como CAZA , DRUILLET , BILAL etc...
esta fase é considerada a maturidade dos quadrinhos e o conceito de AUTORAL oriundo dos CAHIERS DE CINEMÁ sobre cinema de arte passa a ser empregado na revista CAHIERS DE LA BANDE DESSINÉE . Há vida inteligente fora dos USA, na Italia surgem os Álbuns de Crepax (Valentina, Bianca etc) , MAGNUS até o atual Milo Manara (que fez um gibi com as X-Men) e a segunda onda foi a revista Metál Hurlant com dissidentes da revista PILOTE de Goscinny (Caza e Druillet de novo, e MOEBIUS que desenhou um gibi do Surfista Prateado).
Há histórias seretas que nunca podem ser contadas , há até mesmo uma "lenda urbana" obscura que o avião não teria sido inventado nos USA e sim por um BRASILEIRO, um tal de "Santos Dummont" que teria voado em Paris torno da suposta Torre Eifel ou algo assim, e nem teria usado catapulta como os grandes e festejados pioneirros dos USA,os Irmãos Wright !!!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog