Flávio Calazans - desculpe ter escrito uma carta tão longa

Apologias por ter sido excessivamente verborrágico e louquaz - Como escreveu Blaise Pascal: “Desculpe-me tê-lo cansado com uma carta tão longa, mas não tinha tempo para escrever-lhe uma carta breve” (Já vi no google esta frase atribuida a Padre Vieira e já li o mesmo conceito aplicado como autoria a DESCARTES: “Desculpe a carta longa, escreveria outra, menor, se tivesse tempo”).
"Fiz esta carta mais longa porque não tive tempo de fazê-la curta." - Blaise Pascal .--------------- "Escrevo-vos uma longa carta porque não tenho tempo de a escrever breve." (Voltaire).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cores BERRANTES e saturadas da editora Bloch - comenta Flávio Calazans

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans