Flávio Mário de Alcântara Calazans

Flávio Mário de Alcântara Calazans : Com a idade de apenas 18 anos recebe o Diploma de TRADUTOR-INTÉRPRETE habilitado em nível profissionalizante para os idiomas: inglês, espanhol e francês. E com 23 anos era BACHAREL EM DIREITO pela UNISANTOS .
Já aos 25 anos de idade também era BACHAREL EM COMUNICAÇÃO SOCIAL com habilitação publicidade e propaganda, pela mesma UNISANTOS. Ao chegar à idade de 28 anos já tinha obtido o título de MESTRE em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da USP e criado o paradigma de pesquisa “Semiótica Subliminar” com a categoria, tipos e graus do ICONESO (neologismo criado para a Teoria).
E com 31 anos já recebera o título de DOUTOR pela Escola de Comunicação e Artes da USP desenvolvendo a tabela de “SUBTEXTO” e suas subdivisões. Entre os 33 aos 38 anos FUNDOU E COORDENOU , re-eleito por cinco anos consecutivos, o "Grupo de Trabalho Humor e Quadrinhos" (GTHQ), com reuniões anuais no Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação –Intercom, o primeiro grupo nacional de pesquisa de Histórias em Quadrinhos reconhecido dentro de um Congresso Científico.
Aos 39 anos a Academia confere-lhe, por Concurso Público, entre sorteios de pontos de Provas Didáticas, Provas de Erudição, Julgamento de Memorial e de toda a carreira internacional, Defesa de Tese, etc, a MAIS ALTA TITULAÇÃO, é reconhecido como tendo oficialmente o direito ao título de MATURIDADE ACADÊMICA : LIVRE-DOCENTE. (publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 9 de janeiro de 2002.). Aos 40 anos, ainda em 2002, lança o livro consolidando seu novo paradigma científico, a “BIOMIDIOLOGIA” – (CALAZANS, Flávio. Ecologia e Biomidiologia. São Paulo: Plêiade, 2002. ISBN 85-85795-59).  
BIOMIDIOLOGIA A Biomidiologia propõe-se a ser um campo de pesquisa recortando os efeitos colaterais diretos ou indiretos da Mídia em formas de vida. A BIOMIDIOLOGIA, pode ser definida como um ramo de pesquisa derivado da Midiologia o qual estuda as relações Biossemióticas entre signos veiculados pela midiosfera, mídia eletrônica (Videosfera-Televisão, Internet, etc.) os quais afetam direta ou indiretamente formas de vida biológica quer seja em sua fisiologia ou comportamento (Neuromarketing).
Didáticamente, a Biomidiologia, pode ser comparada, apenas em termos alegóricos de analogia cognitiva, a quando uniram a Engenharia Eletrônica e a Engenharia Mecânica criando a "MECATRÔNICA", que é a base da Robótica, Biônica e Automação Industrial; ou como quando uniram a Química e a Biologia criando a "BIOQUÍMICA", e a Biologia e a Física criando a "BIOFÍSICA"; a Biomidiologia contribuirá para a compreensão dos fenômenos da Comunicação de Massas em sua esfera de eficácia biológica.
A Biomidiologia permite compreender, por exemplo, como o desenho animado Pokémon causou a epidemia "epilepsia televisiva" e internou em hospitais japoneses centenas de telespectadores inocentes com um pisca-pisca de luzes taquicoscópicas/subliminares ativando a glândula Pineal e liberando a Melatonina que realiza a síntese do neurotransmissor Serotonina, quebrando cadeias de alcalóides do sangue ocasionando as convulsões como explica a Biofísica, com a Biomidiologia pode-se evitar , deste modo, novas agressões midiáticas à Saúde Pública. (ver o artigo publicado : CALAZANS "Midiologia Subliminar: marketing do pânico pokemon à pokemania". In: LÍBERO-revista acadêmica da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. São Paulo, Ano III, volume 3, n.5, primeiro semestre de 2000, páginas 74 a 87. (ISSN 1517-3283) e na Internet em http://www.calazans.ppg.br/c_pok.htm.
(Terça-Feira, 16 de dezembro de 1997, 18 horas e trinta minutos, Japão; começa a transmissão do desenho animado da série “Pokemon”, o episódio intitula-se “Computer Warrior Porigon” ( Den no Usenshi Porigon) e é transmitido em rede por uma cadeia de 37 emissoras, em dezembro de 1997, ocasionando centenas de ataques epiléticos em telespectadores, Pikachu piscou o quociente taquicoscópico subliminar de 10,8 vezes por segundo, excedendo em mais de 3 vezes a margem que os pesquisadores ingleses regulamentaram como máxima, atingindo níveis de reação fisiológica subliminar.)
A Biomidiologia firma-se ao cruzar heurísticamente-criativamente os Paradigmas "Communication" e "Environment", considerados temas de urgência no estudo de telecomunicações como a NASA e MIT-MediaLab; e a Ecologia de interesse dos Biotecnólogos , Engenheiros Agrônomos e Florestais, dois temas que chamam a atenção internacional unidos em um novo paradigma, um recorte de pesquisa científica inédito com campo epistemológico em construção, colocando o Brasil como produtor de Pesquisa de Ponta e Criador de Paradigmas-Teorias; BIOMIDIOLOGIA: é a mais nova teoria da comunicação do Século XXI e foi oficialmente apresentada à comunidade científica internacional durante o Congresso Internacional de Tecnologia INTERTECH, quando foi denominada como "The Brazilian Biomediology", ou "La Biomédiologie Brésilenne", foi reconhecida pela comunidade científia internacional como uma contribuição autenticamente brasileira ao fundir interdisciplinarmente as áreas de Ciências Humanas Aplicadas (Comunicação) com a área de Biologia.
Desde o Século XVIII os Professores Doutores do Leste Europeu praticam a divisão do conhecimento em duas grandes áreas: -Ciências da Natureza (Naturwissenschaften) cujos métodos são EXPLICATIVOS (Erklärung), como a Física, Biologia e BIOFÍSICA (vida influenciada pelas forças da natureza, do ambiente, ecossistema, vida reagindo a estímulos de ondas de luz-óptica, ou ondas sonoras-acústica, ou radiação). -Ciências do Espírito (Gemeinenwissenschaften) cujos métodos são da COMPREENSÃO (Verständnis); a interpretação (Hermenêutica) dos signos (Semiótica) culturais, psico-antropológicos, a linguagem da Arte e Mídia-Comunicação (Midiologia).
A BIOMIDIOLOGIA surge como uma das inovadoras disciplinas cuja proposta é o cruzamento heurístico entre ambos os paradigmas: Naturwissenschaften (BIO) e Gemeinenwissenschaften (MIDIOLOGIA), entre as metodologias de critérios EXPLICATIVOS (Erklärung) dedutivos ou indutivos, e metodologias de critérios da COMPREENSÃO (Verständnis) hermenêuticos e semiótico-adbutivos, assim colaborando com mais um pequeno passo na direção da construção coletiva de uma "Transdisciplinariedade", vislumbrado por estarmos "sobre os ombros de gigantes" que nos antecederam citados no decorrer deste texto e na bibliografia ao final.
Ciência Revolucionária, um novo pradigma transdisciplinar no sentido da EPISTEMOLOGIA de KUHN, e seguindo o rigor dos parâmetros metodológicos de FEYERABEND, sob procedimentos que PEIRCE denomina ABDUÇÃO.PHYSIS é a Natureza Física em grego, e OIKOS é casa, ambiente, daí ECONOMIA (normas da casa, gestão, administração das casas de comércio- empresas e cidades-urbanismo) e ECOLOGIA (estudo do ambiente) como estabelecidos paradigmas da complexidade auxiliares da Biomidiologia como "ECOMIDIOLOGIA".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog