Flavio Calazans e a MULHER MARAVILHA (Wonder Woman)

" 50 tons de cinza" é nossa "História de O" ou nosso "120 dias de Sodoma" ou "Filosofia da Alcova" do Sade !
A Mulher Maravilha foi criada por um psicologo dominador que tinha duas mulheres e curtia umas coisas "diferentes" tipo bondage, sadomasoquismo e dominação.
Tudo isso foi inserido subliminarmente no subtexto em suas primeiras histórias.
William Moulton Marston foi contratado para criar uma super-heroina para as mulheres que ficaram em casa na segunda guerra e sem homens, ali introduziu suas fantasias sexuais sadicas.
(segundo a Wikipedia - Dr. William Moulton Marston (9 de Maio,1893 – 2 de Maio, 1947), também conhecido por seu pseudônimo, Charles Moulton, foi um psicólogo americano, teórico feminista, inventor, e escritor de quadrinhos, tendo criado a famosa Mulher Maravilha. Duas mulheres, sua esposa Elizabeth Holloway Marston e Olive Byrne (que viveu com o casal numa relação polígama) serviram para inspirar e influenciar a personagem. Marston já era famoso inventar o polígrafo (precursor mecânico do laço mágico)")
Mas na vida real dele os filhos da escrava e da esposa conviviam, ele era psicologo e sadico.
A escrava-submissa, Olive Charles Byrne, era ex aluna dele e usava braceletes como algemas iguais aos da Wonder Woman (Mulher Maravilha) que ao ser amarrada no proprio laço (Bondage) perdia os poderes como Heracles dominou Hipólita e todas amazonas !
E a WONDER WOMAN logo tornou-se um possivel par para o Super Homem

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cores BERRANTES e saturadas da editora Bloch - comenta Flávio Calazans

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans