esclarecendo Calazans 2014

ALERTA DE UTILIDADE PÚBLICA: Flávio Calazans avisa: “Marcos Freitas de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, amigo e co-autor que desenhou roteiro meu nos anos 80, surpreendeu-me com um convite que foi uma honra: ter minha obra homenageada do especial MONSTROS DOS QUADRINHOS 2, cujo primeiro número foi uma homenagem póstuma ao talento do gênio e amigo Joacy Jamys de São Luiz do Maranhão. Graças ao empenho do quadrinhista e meu bom amigo paulistano Lafaiete Nascimento , que escaneou e tratou centenas de páginas de quadrinhos e ilustrações minhas, em novembro de 2013 Marcos Freitas presenteou-me com um livrão de 225 páginas contendo uma extensa entrevista comigo conduzida com habilidade pelo próprio Marcos Freitas , publicando também uma biografia minha escrita por Ivan Carlo Andrade de Oliveira (Gian Danton) e capas e ilustrações . O lindo álbum apresenta uma seleção feita por Marcos Freitas de 54 das minhas 297 (duzentas e noventa e sete) histórias em quadrinhos catalogadas, e cinco delas aqui publicadas são INÉDITAS (canção do cavaleiro de cristal, cósmica, os jogos de Jayam, espantalho de emoção e afagos de fada). Pela primeira vez é publicada toda a série completa do POETA DOS PARADOXODS e TYLI –TYLI, algumas HQs alquímicas, urbanas, de fadas e sereias, algumas medievais do ciclo TREVATER BAL (que venho desenhando desde 1977) , políticas, e até as tiras ecológicas do jornal de Bertioga “TATUI”. Alguns Blog tem divulgado erroneamente pela internet que trata-se de um álbum contendo TODA minha obra completa, e peço desculpas a todos que estão sendo induzidos em erro por esta noticia falsa multiplicada em diversos blogs e listas de discussão, o álbum publica uma seleção do Marcos de 54 das minhas 297 (duzentas e noventa e sete) histórias em quadrinhos. NÂO CONSTAM todas as capas, cartuns charges e ilustrações e contos, poemas e poesia visual e conto gráfico e graphiczines, fotonovelas, vídeos, desenhos animados e outros experimentos , nem consta tudo que foi publicado no jornal-revista alternativa BARATA que editei em cooperativa do mimeógrafo a álcool ao off set iniciando em 31 de outubro de 1979 por cerca de mais 20 anos. NÂO CONSTAM as chamadas “GUERRAS CALAZANISTAS”: 1) NÂO consta o álbum “Guerra das Idéias” de 27 episódios históricos mostrando a dialética serial de ideias autoritárias e libertárias da mesopotâmia aos satélites passando por Roma, inquisição e diversos filósofos, com prefácio do amigo Edgard Guimarães, em QUINTA edição publicada pelo amigo Doutor Henrique Magalhães na Paraíba (editora Marca de Fantasia) , 2) e NEM CONSTA o álbum da polêmica Ficção-científica submarina “Guerra dos Golfinhos” em SEGUNDA edição também pela Marca de Fantasia do Henrique . 3) Também NÃO CONSTA álbum “Hora da Horta” sobre a colonização, cristãos –novos, degredados, piratas e os indios tamoios de Itanhaém e São Vicente com o início das hortaliças no Brasil 4) também NÂO CONSTA o álbum “ABSURDO- quadrinhos sob hipnose” feito em co autoria Calazans- Paula Prata Vandenbrande (Loira do Absurdo) . Peço desculpas a todos que leram notícias falsas as quais nem Marcos nem eu demos origem e ressalto que estes boatos até diminuem a proporção de minha obra, também sendo eu um dos prejudicados pelos rumores e boatos infundados.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog