"Teoria PURA do DIREITO" e "Teoria Geral do Direito"

Mais um outro tópico da série LIVROS QUE AMEI: - Nunca esqueço o dia que, no terceiro ano do curso de Direito, uma professora KELSENEANA replicou ao comentaria de uma colega de curso sobre o axioma "IN DUBIO, PRÓ FISCO" que interte a favor do ESTADO o brocardo "IN DUBIO, Pró Réu" , a sarcástica LENTE (aquele-que-Lê o professor de direito lê as leis e as comenta) retrucou - "Que-ri-da, o conceito de JUSTIÇA se debate na Faculdade de Filosofia, aqui no curso de Direito obedecemas ás LEIS sem questionar !".
... Este episódio anedótico (no sentido histórico e não no humorístico) fez-me ver com clareza o que é VERDADEIRAMENTE o curso de Direito e sua prática. ..."TEORIA GERAL DO DIREITO" introduz aos conceitos e ramos do Sistema Jurídico , e "TEORIA PURA DO DIREITO" do pré-Nazista HANS KELSEN e sua PIRÂMIDE DO DIREITO (onde é mumificada a Justiça falecida) que comanda o jurista a IGNORAR as ciências menores e desprezíveis pré-jurídicas como Ciência Política, Economia, Sociologia, Antropologia, Psicologia, História , Geografia, Biologia , Química e outras que tais, defendendo que a práxis jurídica prescinde TOTALMENTE desta perda de tempo , o Direito se basta com sua REALIDADE JURÍDICA,
como o conceito perverso que define tudo, "EX TUNC" , uma sentença judial "Transitada em Julgado" ou uma Lei promulgada RETROAGEM no tempo anulando um ato e faxzendo o MUNDO REAL voltar ao STATUS QUO ANTE, ou seja, um hímem rompido pode voltar no tempo antes da consumação do casamento e a donzela volta a ser virgem intocada e jamais deforada, um morto pode voltar a vida, Pompéia e Herculano podem nunca ter sido soterradas pela lava do Vesúvio, etc..

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cores BERRANTES e saturadas da editora Bloch - comenta Flávio Calazans

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans